Mostrar mensagens com a etiqueta dança. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta dança. Mostrar todas as mensagens

13 fevereiro 2010

Dançar, dançar, dançar...

A vontade de exercer uma atividade, qualquer que seja, se for realmente forte é meio caminho andado para obtenção de exito no exercício dessa mesma atividade.
Nunca tive a mais ténue habilidade para a dança, arte que considero destinada a raros privilegiados da condição humana, mas não perco a visão de uma boa dança sempre que possível.
Sempre me intrigou a capacidade de, através de movimentos do corpo, se ser capaz de contar uma história, ainda que simples.
E algumas não são simples.
É uma maneira superior de transmitir os sentimentos, só acessível realmente, a eleitos.
Este é um pequeníssimo e modestíssimo introito ao videozinho de hoje.
A força interior, o querer, o gostar muito (mas mesmo muito) são capazes de fazer milagres e aqui vai um belo exemplo disso mesmo.

video

Pronto, tenho que ir fechar a mala para a visita que faremos este fim de semana prolongado aos nossos Irmãos Vienenses (Respeitável Loja Hipokrates)

Bom fim de semana para todos.

JPSetúbal

12 dezembro 2009

Bom, então seja... 1002 !

Bom, rompamos então com os salamaleques matemáticos para um apontamento curtíssimo.

(Tinha mais umas coisas para incluir neste texto mas confronto-me com uma dificuldade que não estou a perceber e que se assemelha muito a uma daquelas birras em que as "novas tecnologias" são ferteis.
Como costumo dizer, esta treta das "Novas Tecnologias" foi inventada para nos moer o juizo, e agora é o que está a acontecer.
Já gastei mais tempo às voltas à "procura desta rolha" do que o que gastei na maior parte dos posts que cá deixei. Adiante, hei-de descobrir e depois conto.)

O Rui deu-nos uma grande notícia com o seu exercício de pura lógica matemática.
Nada de completamente inesperado, mas sem dúvida bem melhor lido assim... escrito pelo próprio.
O exercício lógico do Rui leva-me a uma conclusão:

- Garantidamente tê-lo-emos a escrever no blog durante mais 1000 posts, pelo menos !

É fácil de demonstrar.
Se quem escreveu o 1, deve escrever o 1000, então quem escreveu o 1001 deverá escrever o 2000... !!!
Elementar meu caro Watson... diria o do boné aos quadradinhos.

Ficamos todos de parabéns !

Então preenchendo o 1002, quanto a este não há dúvidas, e ocupando este período de fim de semana (vai ser frio, cuidem-se) selecionei 2 momentos.
No primeiro temos uma aplicação prática dos modelos de "Maçonaria" a que nos temos referido ao longo destes 1001 textos.

Assim numa primeira fase, temos o exemplo gritante, no verdadeiro sentido da palavra, de uma versão de "Maçonaria Especulativa"...

Após diagnóstico passa, na maior parte das vezes, a "Maçonaria Operativa"... (sempre gritante, diga-se...!!!), particularmente na altura do pagamento da conta.



É assim, há sempre uns tipos dispostos a dar uns chutos na bola e depois... ... ... não digo (quero dizer, não escrevo !) o resto.
Mas acontece-lhes mais ou menos como ao mexilhão !

Bom e agora entraria o tal 2º momento (eu anunciei dois, verdade ?) mas estamos naquele impasse, eu e o "Blogger", de desentendimento profundo.
E não estou para lhe dar mais confiança por agora.

Sorte a vossa que acabo mais depressa.
Estão a ver ? Já está

Gozem o fim de semana, descansem, divirtam-se mas tenham cuidado com o frio. Ele anda por aí.

JPSetúbal

10 julho 2009

Modernices...

Desta vez não deixo passar a 6ªfeira sem Vos deixar uma prenda.

Vou fugir de novo das coisas sizudas, mas não menos sérias, para Vos trazer o resultado de uma daquelas modernices que andam para aí, que o pessoal agora inventa e impinge à malta, a "bué da malta", que fica "fixe à brava" com estas "manifs".

É assim, o mundo não pára e as sociedades vão assim de glória em glória até à... glória final.
Isto digo eu que sou otimista.
A imagem que junto hoje, dizem, disseram já vários entendidos na matéria, que não se repetirá.

- Olha que novidade... Se se repetisse é que eu ficava "estúpido", disse o "Lecas", "os cotas já malharam... áh, com'é que podem repetir ?"

Vejam e não fiquem invejosos por não serem capazes de fazer o mesmo.
Pensem que há mais assim. Não é Vosso exclusivo.

video

Sabem quem eram ? Quem eram, não, quem são, porque estes "não malharam, não...!"
O enorme par, com muito mau feitio, mas com uns pés de estarrecer.

Fred Astaire e Eleanor Powell aqui ficam para recordar... os que se recordarem, claro !

Ia esquecendo um pormenor. A "voz off" é... essa mesmo, "The voice" ! (Frank Sinatra).

Abração. Bom fim de semana.

JPSetúbal